2018/10/27

A Viagem | Filipa Francisco | Tábua

27/10/2018 | 21:30 | Centro Cultural de Tábua

No dia 27 de outubro, às 21h30m, o Centro Cultural de Tábua recebe “A Viagem com o Rancho Regional e Folclórico de Candosa””, uma criação da coreógrafa Filipa Francisco com grupos de Dança Tradicional Portuguesa (Ranchos Folclóricos) e bailarinos de Dança Contemporânea, colocando em diálogo e confronto a dança contemporânea com o folclore e as danças tradicionais. Nesta “viagem” o grupo convidado é o Rancho Regional e Folclórico de Candosa.
Este espetáculo está inserido no projeto de programação patrimonial e cultural em rede “Coimbra Região de Cultura”, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da região, que envolve mais de centena e meia de iniciativas nos 19 municípios que integram a comunidade.
Entrada Livre.
concepção, direcção artística: Filipa Francisco
música original: António Pedro
direcção musical: Ricardo Freitas
interpretação: Filipe Pereira, Susana Gaspar, Rancho Regional e Folclórico de Candosa
assistência artística e produção: Beatriz Dias
figurinos: Ainhoa Vidal
luz, direcção técnica: Mafalda Oliveira
som: Ricardo Figueiredo
produção executiva: Sara Abrantes
produção e difusão: Materiais Diversos

2018/08/16

saal | Estreia


Sport Clube de Lavos 17, 18, 19 agosto às 19h
Rua Sport Clube de Lavos, 19
Figueira da Foz / Freguesia de Lavos

Espetáculo de dança-teatro com lotação limitada.
Entrada Livre sujeita a reserva para:
mundoemreboliço@gmail.com / 911 725 359

Transporte gratuito em autocarro desde a Figueira da Foz (partida às 18h, Parque de Estacionamento da Praça da Europa, com regresso após conversa no final do espetáculo)

Com direção artística de Filipa Francisco, "saal" é um espetáculo criado no âmbito da Rede Artéria, a partir de histórias das salinas da Figueira da Foz. Resultado de um processo de imersão na realidade local, com recolha de testemunhos de quem trabalhou e ainda trabalha o sal, junta artistas profissionais e amadores num espetáculo de dança-teatro que conduz o público numa viagem poética a um mundo desconhecido.



concepção e direcção artística - Filipa Francisco
música Original e ao vivo - Ricardo A. Freitas
cocriação e interpretação - Ana Ribeiro, António Vaz, Elias, Gilda, Lurdes Cavaleiro, Manuel Loureiro, Maria José, Susana Domingos Gaspar, Vítor Costa
associaciações locais - Grupo Musical Carritense, Sociedade Filarmónica Dez de Agosto, Grupo Teatro As Personagens, Figueira Sal,Sport Clube de Lavos
figurinos - Carlota Canto Lagido
produção executiva - Mónica Talina e Vitor Alves Brotas
direcção técnica - Pedro Fonseca
luz/som circulação - Dino Costa
registo vídeo e realização de documentário - Miguel Canaverde e Marta Salazar
fotografia de cena - Carlos Gomes
assistência de produção - Melânia Ramos
produção - Mundo em Reboliço
design gráfico - Joana Monteiro
comunicação - Ideias Concertadas
coprodução - Câmara Municipal da Figueira da Foz
parcerias - Núcleo Museologico do Sal
agradecimentos - Aida Antunes, Associação dos Amigos do Convento de Santa Maria de Seiça, Eurico Silva, Jacqueline Bessone, Junta de Freguesia de Lavos, Manuel Antunes, Manuel Quintaneiro, Maria Rosa Anttonen, Paulo Delgado, Paulo Formiga, Sr. Romão, Vítor Esteireiro

Itinerância:
Belmonte, Câmara Municipal de Belmonte, 1 set,19h
Ourém, Praça do Município, 8 set,19h
Fundão, Mercado Octógono, FAB LAB, 29 set, 19h

Fotografia Tiago Madeira

2018/05/30

Evil Eye Quintet

02.06.2018 | 21:30 | Galeria Monumental, Lisboa


Ricardo Ribeiro - clarinetes baixo e soprano
Maria do Mar - violino
Joana Guerra - violoncelo
Ricardo A. Freitas - guitarra baixo
Carlos Godinho - percussão

Uns tiveram uma banda à parte, só deles os três. Outros faziam um duo e daí para a promiscuidade dos trios, tocaram com um e outro daquela parte. Alguns pormenores se perderam, ou não poderão ser contados nesta história (ou o narrador os desconhece). A humanidade conspira e transpira, não é grande adivinha. Recentemente, quando tudo acalmava e se esquecia, um outro trio, na mesma geografia mas de outra geometria... Um caldo entornado. Um mau olhar na sombra do canto da sala. Evil Eye Quintet é uma pequena história da mundanidade. Amor, possessão, inveja e morte... quando a música acaba. Mas nunca acaba... Este concerto é também um convite, na sua pequena escala, ao "conserto do mundo". Não podemos pôr de lado o confronto, como motor do movimento, mas poderemos procurar um espaço de protecção e acolhimento, energia e pensamento.

2018/05/17

Vicente . Freitas . Furtado

18.05.2018 | 21:30 | Bar Irreal | Lisboa


Luís Vicente - trompete
Ricardo A. Freitas - baixo eléctrico
Vasco Furtado - bateria

2018/05/07

Mar . Guimarães . Freitas

12.05.2018 | 21:30 | Bar Irreal | Lisboa

fotos Nuno Martins

Maria do Mar - violino
Manuel Guimarães - piano
Ricardo A. Freitas - guitarra baixo

... trio de música improvisada ...

2018/03/28

Piosik . Espvall . Freitas

30/03/2018 | 21:30 | Bar Irreal | Lisboa



Anna Piosik - trompete
Helena Espvall - violoncelo
Ricardo A. Freitas - guitarra baixo

R desafiou H.
H sugeriu A.
R não conhecia, poderia ser essa a ideia.
A disse que sim e H voltou a R.
E espera-se...
Virá à temperatura do dia, num espaço-tempo da noite.

Trio de música improvisada.


2018/02/15

01.02.2018 | Bar Irreal, Lisboa

Ribeiro . Guerra . Freitas
com with Ricardo Ribeiro, Joana Guerra

fotografia photo Nuno Martins

                   

2018/01/23

Ribeiro . Guerra . Freitas | Bar Irreal

1 Fevereiro 2017 | 21:30 | Bar Irreal, Lisboa


fotos Nuno Martins http://www.nmartins.com

Ribeiro . Guerra . Freitas

Trio de música improvisada com:

Ricardo Ribeiro - clarinetes baixo e soprano
Joana Guerra - violoncelo
Ricardo A. Freitas - guitarra baixo


23.01.2018

2018/01/09

"Os Ouvidos Têm Paredes", Casa da Cerca, Almada | 27.09.2014

MAR . RIBEIRO . FREITAS

27.09.2014 | "Os Ouvidos Têm Paredes", Casa da Cerca, Almada



Trio improvisation | Maria do Mar: violin | Ricardo Ribeiro: soprano & bass clarinets

2017/11/29

Al-jiçç | SMUP

30 Novembro 2017 | 22:00 | SMUP, Parede



AL-JIÇÇ

Gonçalo Lopes - clarinete, saxofone tenor
Nuno Damião - guitarra eléctrica, composição
Ricardo Freitas - baixo eléctrico
Jorge Lopes Trigo - bateria